sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Ontem no Crisma...

A professora de Crisma estava explicando sobre as "hierarquias" da Igreja Católica. (Diáconos, Padres, Bispos, Papa, e etc).

"Abaixo da cadeia alimentar", estão os Padres. E sobre estes, ela lia:

"...refere-se a um clérigo católico do sexo masculino que recebeu o sacramento da Ordem. É também chamado de presbítero. Hierarquicamente, está acima dos diáconos e abaixo dos bispos..."

E na minha mente latejava a parte do "clérigo católico do sexo masculino"

Logo, me surgiu uma dúvida. Algo que eu já pensara antes, mas que naquele momento viera com tudo, explodindo na minha mente.

"Por que mulheres não rezam missa?"

E foi o que eu perguntei à ela.

"É...Humm...Bem...Boa pergunta." ela falou.

Não satisfeita, enrolou e rodeou falando coisas extremamente machistas. Como que cada um (homem e mulher) foi feito para uma determinada tarefa e que não se pode querer fazer a tarefa do outro; que a mulher veio da costela do homem e por isso não podia querer se "igualar" a ele.
Entre muitas outras coisas extremamente machistas que ela disse.

Eu ouvi tudo boquiaberta...
Morrendo de vontade de xingar...de questionar.
Mas tive respeito à professora. Ela não tem culpa de ter recebido este tipo de educação.
E também porque tenho todo o respeito para com as mulheres machistas. Mas respeito não significa que eu concorde com elas. Significa que eu não as condeno.

Novamente todas as cabeças e atenções estavam direcionadas a mim quando retruquei, dizendo:

"Mas não somos todos iguais, fora as diferenças físicas?"

Respondendo a minha pergunta, ela disse as seguintes palavras:

"Sim, somos todos iguais, mas sempre tem umas diferenças, como que os homens são mais concentrados, fazem uma coisa de cada vez. Enquanto as mulheres conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo porque estão acostumadas a lavar, passar, cuidar do filho, cozinhar, tudo ao mesmo tempo! Então tem umas tarefas feitas para homens e outras para mulheres..."

Isso tudo já tinha sido um absurdo de se ouvir. Mas o ápice da loucura e alienação foi quando ela citou a futura primeira presidente da República:

"Veja só um exemplo...Essa Dilma, quer ser presidente do Brasil. Este mundo está perdido! Onde vamos parar? Ela quer ocupar um cargo feito para um homem, vê se pode!"

Imaginem a minha reação.

"Um cargo feito para um homem..."

Quem botou isso na cabeça dessa pobre criatura?

Mas ouvi tudo calada, as vezes consentia, só pra ela poder prosseguir com aquela aula de machismo e acabar logo. Tudo isso porque meu foco não é nessas mulheres de meia idade que já formaram há muitos anos um conceito sobre o mundo. A realidade delas é aquela e não irá mudar.

Foi por isso que eu não desisti do Crisma naquela mesma hora. E também porque os motivos d'eu estar lá são mais fortes. Uma pessoa que eu considero e adoro muito iria ficar muito triste se eu desistisse.

Meu foco é nas mentes que ainda estão formando suas personalidades. Naquelas que ainda nem viveram praticamente nesse mundo machista. Porque só iremos conseguir mudar as mentes desse mundo se mudarmos as próprias mulheres desse mundo. Porque as mulheres têm os filhos e tem que educá-los para serem homens feministas. Só existem pessoas machistas porque elas receberam uma educação machista de seus pais.
E um homem feminista, vai educar seu filho para ser feminista também.

Mas voltando ao Crisma...

Eu achei sim um absurdo ela falar da Dilma Rousseff. Ela falou como se a Dilma fosse a primeira mulher a se candidatar à presidencia de uma República no mundo inteiro!
E mesmo se fosse, qual seria o problema?
Ela é capacitada. Tem experiência. Provou que sabe governar. Tem uma história limpa. Enfim, está mais que provado que ela é a pessoa certa pra continuar o governo do Lula, que foi um dos melhores que o Brasil já teve.

Depois de dizer todas essas atrocidades machistas, ela perguntou:

"Ainda ficou alguma dúvida?"

Se ficou alguma dúvida? Não diria dúvida, só certeza: Vossa senhoria e toda a Igreja Católica são loucos! Alienados. Mas lógico, não foi isso que eu respondi. Foi somente:

"Ah, sempre fica né." E com uma certa piedade, eu disse: "Mas está respondida a pergunta."

E meu colegas de Crisma sorriram. Porque alguns me conhecem o suficiente para saber o que eu estava sentindo naquele momento.

Finalizando, porque raios uma mulher não pode rezar uma missa?
Porque é uma coisa sagrada demais pra uma "mulher" fazer?
Uma mulher não é digna disso?
Ela é pecadora demais para isso?
Somos todos iguais, não somos? Os direitos e deveres deveriam ser iguais também.

Apesar d'eu não querer rezar missa, eu sinto que essa causa também é minha. Porque eu sou feminista, e luto pela igualdade. Quero que todos e todas questionem o porquê dessas coisa inexplicáveis, mas que estão ai, presentes no nosso dia-a-dia. E tentem mudar o que não acham justo.

Eu penso nas pessoas que gostariam muito de realizar isso, mas não podem. Simplesmente porque elas têm vagina em vez de pênis.

Ou o pior, ninguém, nem elas pensam nisso. Porque é automático pra qualquer um:
rezar missa = coisa de homem.
Está infiltrado no mais profundo lugarzinho da mente. Bem difícil de mudar.

"Mulher rezando missa? Que absurdo! Nem consigo imaginar!"
E não param pra pensar no porquê.
É claro que tem uma razão. Bem antiga e antiquada, mas tem.
Mas ela precisa ser mudada, porque os tempos mudaram.
A Igreja Católica outrora já mudou tanta coisa...Por que não mudar isso também?

Rezar A Santa Missa? Basta você estudar filosofia e teologia. Seja homem ou mulher.



- Heloísa Vasconcelos


Le feminisme ou la mort !

7 comentários:

  1. Como já dizia meu bisavô:

    "Deus não tirou um osso da cabeça de Adão para fazer Eva, para que ela fosse superior a Adão, como não tirou do pé pra que fosse inferior, mas tirou da costela para que fosse igual a ele, em defeitos e qualidades, em direitos e deveres."

    tendo em vista que este mesmo homem, que profeçou estas palavras, carregas 86 anos de vida e é de religião protestante, veja como ele já tem uma visão bem afrente do seu tempo, pois nasceu no inicio do século XX.

    ResponderExcluir
  2. Bem à frente mesmo
    To impressionada com a visão de mundo do seu bisavô.
    São poucas as mulheres que pensavam assim nessa época, que dirá homens.
    Pouquíssimos.
    Sou fã dele agora *----*

    ResponderExcluir
  3. É vero que a biblia em si é machista, e não poderia ser de outro modo pois, a sociedade era. Mas, o tocante não é esse ela -a biblia, em que as religiões cristãs se baseiam não diz que as mulheres são seres inferiores, pelo contrário a exalta em grande parte e enaltece suas qualidades. Gosto de citar sempre Débora, Foi a única mulher das escrituras sagradas a ocupar um cargo político com excelência. Ela se definia como "mãe de Israel” e fazia de tudo para o bem da nação (Juízes 4:4-16). Só um detalhe tbm era mãe de familia(diga a sua profª q ela tbm passava e lavava, já q ela parece gostar dessas atividades)E tbm cito Miriã "A PROFETIZA" é é é !, não eram só os homens que eram "usados" por Deus para transmitir Sua vontade ao povo, portanto as mulheres tem respaudo biblico sim, caso queiram exercer o sacerdócio.
    Nas igrejas protestantes (a Maioria)as mulheres tem o Livre arbitrio caso queiram ser pastoras,diaconisas (inclusive a minha foi fundada por uma:Aimee Semple McPherson) ou seja elas são aptas a propagar o evangelho -como Cristo manda!- á todas as nações...
    Concordo plenamente com vc, na questão da reforma na igreja Católica, outra né...
    Já que existem santas e santos padroeiros e padroeiras... Aliás o nome do santuario q vc vai não e st. TERESINHA??!!! pq ele mereeu esse nome?

    bom adorei ter dado omeu palpite!

    ResponderExcluir
  4. Mulheres do meu magnanimo Brasil, a Dilmoca vai ganhar as eleições, sera nossa primeira, e espero não unica, Presidenta da Republica Federativa do Brasil, como já foram agraciados a Argentina com Cristina Kirchner, e no Chile a Michele Bachele. A evolução é inerente as massas, a compreensão é a sina da humanidade.

    ResponderExcluir
  5. Para a Thais:

    Sim sim, mulheres podem propagar o evangelho por ai...Mas não podem vestir uma batina e rezar uma Santa Missa.
    É nisso que eu fico pensando.
    No porque que um padre tem q ser um "clérigo católico do sexo MASCULINO..."
    Decerto que se fosse FEMININO seria Madre, mas enfim, por que uma madre não pode rezar uma Missa?


    Obrigada por ter dado o seu palpite. ^^

    ResponderExcluir
  6. o machismo no mundo tem que ser exterminado!
    nós mulheres já provamos que somos capazes de ser iguais ou até melhores do que os homens no entanto somos taxadas se tem algo que me deixa puta é quando acontece um acidente de carro e a motorista é mulher os homens ficam taxando tinha que ser e tal é a mesma coisa na igreja creio que se fosse deus quem determinou seria igualitário para todos nós então isso é coisa dos homens

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir