sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Título assaz chamativo e interessante

Eu sou andarilho
Não tenho uma residência fixa
Não uso computador
Não fico na frente de nenhuma tela esperando por algo que nunca vai chegar

Minha vida não é de luxo, de riquezas materiais
Mas cumpro todos os dias minha fatídica missão
A de existir e de viver como animal que sou
Eu como, durmo, acasalo e faço as necessidades fisiológicas sem uma certa razão

Eu penso só o necessário para saber que não adianta saber o quanto eu preciso pensar para saber de algo que nunca entenderei de fato
Não quebro minha cabeça à toa
Não vou passar a vida inteira estudando para contar uma verdade fútil para a humanidade
Não preciso saber se vim de uma explosão de uma simples divina mão

Se eu sou feliz?
Primeiro me responda o que é ser feliz pra ti
Te contentas em ganhar dinheiro para comprar uma roupa
Ou te contentas em ser nada mais, nada menos do que tu está incumbido de ser?

Os sonhos são treinamentos
Treinamos a imaginação para fazer o que tem que ser feito
E é sonhando que temos a resposta para as perguntas sobre a morte
Se vamos para as estrelas, para outras dimensões, para um céu ou para um inferno

Viestes da terra, criara-te de pés descalsos
Porém irrefutavelmente fostes com o fluxo
E suou trinta dias à fio para comprar este par de calçados
Se as pedras te machucam calce um par de sandalhas, meu irmão.

Criticas minha mente e meu modo de pensar
Mas sabe que o que fazes é inútil, nenhum outro animal se preocupa tanto com pouco
Elogiam quem não merece, idolatram fracassados e menosprezam os lunáticos
Como se o mais rico de dinheiro não fosse se decompor da mesma maneira que o mais rico de idéias

Existe uma bifurcação
Em um caminho tem eu e alguns
No outro caminho tem tu e todos
Eu sei que não entendeste uma palavra que eu disse mas não vou me preocupar em pensar num modo mais compreensível de te dizer que tu é vulgar e banal.

Como dizer para algo que ele é ouro, se ele quer ser lixo até os últimos segundos de sua vida?
Meu plano é dizer-te a mentira, subestimar seu sentido de existir, para mostrar-lhe a verdade
Mas só utiliza sua inteligência para ganhar cada vez mais dinheiro para comprar mais dinheiro e pessoas e sentimentos.

Pensa na minha mentira
Vulgar e banal
E descubra a verdade
Nem és ouro, é platina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário