sábado, 5 de março de 2011

As verdadeiras Riot Grrrl's

Durante meus 18 anos de vida, aprendi muita coisa. Consciente ou inconscientemente; querendo ou não querendo; coisas boas e coisas ruins...enfim, muitas coisas. Mas uma coisa que eu aprendi com a vivência e as experiencias através dos contatos que eu tenho e de certas conversas que marcaram a minha vida, é sobre as verdadeiras MULHERES FODAS.

A mulher de verdade, que merece respeito e reconhecimento, não é aquela que mete um batom vermelho na boca, um carvão nos olhos, se finge de revoltada com o mundo, fala que dá pra todo mundo e não tá nem aí, senta numa calçada e fuma um cigarro (não é nem um baseado porque ela é cagona demais pra isso) E ainda tem coragem de dizer "eu sou Riot Grrrl". Para essas eu digo "primeiro vira gente e depois tenta ser uma riot grrrl, sua vadia". Muita gente se dói quando lê coisas desse tipo, mas é exatamente esta a minha intenção. Fazer você se doer por dentro e deixar de tentar ser algo que você não é.

Na minha cabeça, essas pessoas que têm esse tipo de mentalidade e essas atitudes que não mudam em nada, nem a sociedade nem elas mesmas, são pessoas covardes e sem personalidade. Adolescentes na puberdade querendo se aparecer porque moooorrem de medo de parecer que eles não têm amigos nem são populares. Assim elas ficam sempre sozinhas na frente de um computador adicionando cabeludos no orkut e marcando rolês suuuuuper divertidos [/ironia] na Galeria do Rock, regados a licor de menta e smirnoff ice. E ela se acha A mina de atitude, A Riot Grrrl, A Rebelde, A libertina, A Coutney Love...¬¬

Atrás da tela do computador, tem vários Kurt's Cobain's... Várias Courtney's Love's... E eles têm uma vida virtual suuuuper badalada. São meio que "fakes" na internet, mas com o nome verdadeiro deles (ou às vezes nem isso) e tipo... a galera adora... Um "kurt" adiciona o outro, uma "riot" adiciona a outra, e assim vai. O problema é que na vida real, eles são uns bostas. A vida pessoal deles é um fracasso total e eles odeiam ser o que são (ou o que não são. E eles adoram odiar, porque odiar é legal, suuuuuper divertido e faz mais Kurt's e Riot's te adicionarem nas redes sociais). Uns guris feios pra caralho, com a cara cheia de espinha, e o cabelo mau cuidado crescendo. E as "riot's", umas pré-adolescentes inseguras, geralmente com uma barriguinha meio estranha, que ouvem grunge o dia inteiro e teclam com os cabeludos feios. (Porque cabeludos bonitos não ficam na frente do PC, e sim nos PUB's)

"I hate myself and I wanna die" É a frase mais manjada usada por esses idiotas.
Se quer se matar, se mata logo, porra! Tá esperando o que? Faça um bem para a humanidade e retire-se do mundo.

Agora eu vou falar o que, na minha opnião, uma verdadeira Riot Grrrl é.
Eu conheci uma guria muuito louca. Cursou veterinária numa das melhores universidades. Fica no meio dos caras e fica tirando uma com eles. Eles ficam babando por ela, afinal, ela é muito bonita. Mas ela nem liga, ela quer se foda. Ela tira uma com a cara deles. Essa mina foi criada numa fazenda. E enquanto ela estava cursando a faculdade, alguma coisa nas redondezas estava matando todos os cavalos e vacas da região (alguma epidemia, verme, planta, enfim). E ela, corajosa e riot grrrl de verdade, foi no cemitério de cavalos (uma valeta em que eram jogados todos os animais mortos da fazenda) com seu facão, bisturi e outros objetos cortantes, e tacava nos bichos. Sem dó. Abria todos os cadáveres com uma brutalidade de arregalar os olhos. O objetivo dela era descobrir qual era o motivo da morte dos animais. Saia toda cheia de sangue, mas o semblante de vitória no rosto. Essa vida realmente vale a pena.

Tem várias Riot Grrrls por ai. Aquela menina que acorda cedo, trabalha o dia inteiro, à noite vai pra faculdade, só volta de madrugada, tem poucas horas de sono porque a jornada diária é longa, e ainda tem tempo de sair para se divertir com os amigos (amigos de verdade). Isso é Riot Grrrl.

Não confundir o rótulo com as atitudes. Porque quem é foda, não precisa ficar escrevendo "eu sou foda, eu sou foda". Todo mundo sabe que você é foda sem você precisar dizer. Porque suas atitudes e personalidade já estampam isso. Digitar é fácil. Difícil é manter esse nível no olho-a-olho.


Seja otário ou seja virtuoso, Le feminisme ou la mort para vocês

3 comentários:

  1. Estou procurando blogs que eu goste para fazer parceria, se você tem interesse mande a confirmação por comentario ou por email: riotgrrrl2008@hotmail.com

    O link do meu banner está no blog ;)
    http://teenager-whore.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. cara mtu foda essa materia paguei uma pau semrpe disse q vc escreve mtu bem......... to tentado montar uma ...mas ainda num sei to insegura......

    ResponderExcluir