segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2013

‎"As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer "o melhor" das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A felicidade aparece para aqueles que buscam e tentam sempre, e para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade. Sonhe com aquilo que você quiser. Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer. Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz."

Clarice Lispector

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

O fantástico mundo da Disney

Boa noite!
Bom, primeiramente desejo aos leitores um feliz 2013!
Gostaria de falar há um tempo já sobre vários temas que alguns não são totalmente relacionados ao feminismo mas sim ao meu ponto de vista. Vou tentar postar um deles todos os dias.

(Me desculpem pelo título, não sabia o que colocar e isso funcionou como uma indireta também haha)

Vi uma postagem de uma pessoa sobre o machismo no tumblr.
E nela, havia essa foto:

Na minha opinião, alguém quando quer respeito e exige isso não deveria falar em nenhum caso que alguém tem ''um cérebro menor'' ou não tem. Até porque ele não é anencéfalo e afinal, quem quer respeito, respeita! E para mim quem se torna menos inteligente não é o machista e sim você. Para mudar não é apenas se dizer feminista e postar em twitter que homem não presta, que mulher não é um sexo frágil e quando te perguntam algo sobre o  feminismo você não sabe responder. Para mudar é preciso acima de tudo RESPEITAR independente das atitudes, se consegue respeito quando se respeita, e só vamos conseguir realmente mudar ainda mais se continuarmos com argumentos e não com esse tipo de coisa. 

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Anarcofeminismo




Vídeo sobre ''Anarcofeminismo", discordo da opinião final, se alguém achar vídeo ou artigo que explique e não expresse a opinião do autor, deixe como comentário. =D

quinta-feira, 28 de junho de 2012


só pra constar ...
   Odeio esse monte de gente hipócrita que se diz fanático por futebol que fica gritando vai curintha , vai são paulo ou vai fulano .. para néh gastar 400 conto por um ingresso  eu vi cara que deixou de pagar as contas de casa pra ir nesse jogo deixou de comprar o leite das crianças pra pagar o ingresso e a viagem . Não estou falando isso por torcer por outro time ou por inveja , só acredito que se metade das torcidas organizadas dedicasse 30% do amor que tem pelo seu time por alguém que realmente precise de amor o mundo já seria outro e já que tão por ai esbanjando dinheiro pega esses 400 reais e doe pra uma criança , um morador de rua , ou qualquer que precise mais do que o time , vamos combinar que jogador de futebol não precisa de tanta grana.

   Parem de ficar enriquecendo times que já são ricos e falar que jogar bola é profissão morrer por um clube que não tá nem ai pra você o que estamos ganhando com isso ? a resposta é simples violência , criminalidade e bom e velho sensacionalismo porque a imprensa ao invés de falar sobre o que realmente importa fica ai colocando futebol em pedestal ...
  Futebol é bom como diversão mas quando passa a interferir de mais na vida ....





quinta-feira, 1 de março de 2012

Meu Alguém

Abrir os olhos e sentir-se bem, sentir-se calmo, sereno e tranquilo... Sentir-se feliz por saber que há alguém que te ama, alguém que largaria tudo por você, esse alguém que jé nascemos procurando, esse alguém que o nosso interior diz que temos que encontrar mas não fazemos a mínima de como esse alguém seja... Até o dia em que o encontramos e nos damos conta de que é ele que vai estar conosco até o ultimo suspiro, segurando a nossa mão. Ele que vai estar junto a nós em momentos difíceis, tristes, perdas, brigas, mas também estará nos momentos bons, risadas, viagens, e simplesmente aquele momento único em que estamos sentados na cama com esse alguém e ele nos olha e diz "eu te amo", essas são as três palavras mais importantes na vida de uma pessoa.
Os opostos se atraem, as falhas se completam e o amor vive unicamente por isso. O nosso alguém sempre terá defeitos mas você nunca irá encontrar uma pessoa perfeita, pode encontrar outra com defeitos diferentes, mas não perfeita. Às vezes paro e penso no meu alguém... Paro e penso na sorte que tenho, quando ela me acorda me fazendo carinho, quando me abraça na rua de forma tão forte e tão sincera que todos sabem que realmente nos amamos, quando ela para para conversar comigo, e ficamos horas falando coisas sérias e bobagens... Isso é o que quero para o resto da minha vida: Deitar e acordar ao lado desse meu alguém, nunca mais me separar ou deixar de sentir esse amor.
Porque assim como os vagalumes esperam o cair da noite para sairem e irem brilhar na escuridão, eu espero o fim de semana pra poder te beijar e dizer eu te amo, te abraçar, rir e às vezes chorar... por que não? Faz parte da vida, e o que não nos mata nos fortalece, e mesmo que o chore dure alguns minutos e a tristeza algumas horas, a felicidade ao lado do meu alguém é eterna.



Samuel Nascimento

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Das vantagens de ser bobo - Clarice Lispector

O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando." 

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia. 

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski. 

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu. 

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?" 

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama! 

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz. 

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem. 

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas! 

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.




Clarice Lispector

Ou ouçam: http://www.youtube.com/watch?v=jxBm2P0AxnY

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Polindo idéias

Há quem diga que feminismo é ruim porque faz as mulheres serem mais "independentes" e sendo mais independentes, não querem mais casar, ter filhos, cuidar da casa, etc... E assim seria a "perdição" da humanidade.

Não precisa nem dizer que essa idéia é totalmente sem noção, né?

As pessoas preferem ver mulheres repreendidas em um lar, sem voz ativa, muitas morrendo de depressão por não poderem mudar de vida e/ou fazerem o que realmente sonharam para ela.

Mulher não é um animal doméstico, que se o dono quiser, pode trancafiar dentro de casa (nem um animal doméstico merece uma vida assim). É um ser que precisa ser livre, precisa ter o direito de escolha. E não sofrer represálias ou rejeições da sociedade só por não ter medo de mostrar para o mundo inteiro que não está nem aí para os padrões de "boa moça" que nos é imposto todos os dias de nossas vidas, sem excessão.

Padrões estes que vêm desde o berço. Desde os brinquedos de infância, desde a separação dos sexos na infância, desde o "mais forte / menos forte", desde a superproteção das "bonequinhas" de porcelana...
Desde o "Não chore pois homens não choram"...

Enfim, uma série de coisas, fatos e frases, que todo mundo já ouviu e isso de alguma forma interferiu seu modo de pensar.

Porém, temos que ter a atitude e a independência de pensar por nós mesmos. Aprender com os pais é bom, é ótimo e necessário. Mas eles não são perfeitos, e nem sempre estão certos. Tem coisas que eles aprenderam que estão erradas, e eles nos ensinam achando que o único jeito de se viver (ou o jeito mais certo)
Cabe a nós pegar como lição o que realmente precisamos, e tentar reformular alguma idéia que não achamos muito certa.
Polir a idéia até ficar do jeito que você mais acha certo: não há nada de errado em fazer isso. Quando você pule uma idéia, você a deixa melhor, mais agradável, enfim, mais fina. Também não significa que será a verdade universal, mas provavelmente esta será a idéia que você ensinará para seus filhos, e talvez eles não achem correta e façam a mesma coisa com ela. Modificar e pensar de um jeito que eles realmente achem que é certo, que venha deles mesmos... E terás que aceitar isso.

Com relação ao pensamento de que com o feminismo as mulheres não querem saber de ter fillhos, família, etc... É um pensamento errado. Pois com o feminismo, a única diferença é que as mulheres casam sim, mas não por obrigação ou para os maridos as sustentarem. E sim porque realmente amam e que querem de fato ficar com a pessoa amada. Elas casam por amor.

Eu sou um exemplo claro disso. Sou feminista, e não vejo mal nenhum em querer casar com meu namorado, porque eu tenho minha independência, mas eu o amo, e quero viver com ele. Não vou ser submissa e nem vou querer mandar nele. Nós resolveremos as coisas juntos, pois a partir do momento em que decidimos ficar juntos, somos praticamente um só.

Sim, eu encontrei alguém que realmente mexeu com a minha estrutura e que me fez querer ter algo sério. Me fez sentir vontade até de ter filhos, e me fez esquecer o medo que eu tinha do "para sempre".
Para sempre é muito tempo, mas eu sei que vou querer passar com ele todo o tempo que eu tiver.


Monike A. Lopes